No lugar de vergonha haverá dupla honra!

| |
Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra; e em lugar da afronta exultareis na vossa parte; por isso na sua terra possuirão o dobro, e terão perpétua alegria. Isaias 61:7

Lembro que quando eu era criança tinha problemas com as meninas da minha idade; quase todos os dias eu apanhava delas, geralmente era da mesma menina. Ela tinha quase 2 metros de altura! Era quase um gigante pra mim, ou pelo menos parecia ser.
Eu ficava apavorada na hora da saída, eu tinha medo, eu tinha muito medo!
Então teve um dia que resolvi enfrentá-la, mas me dei muito mal ¬¬’ ela ajuntou a “tropinha” dela e eu levei outra surra! Voltei pra casa arrasada e arrastada ainda por cima, arrastada mesmo, duas “colegas” me levaram pra casa eu fui chorando.
Ai o tempo passou eu cresci e hoje pensando nisso percebo o quanto aquilo foi importante pra mim, eu tinha vergonha, medo e receio de sair na rua! Mas hoje vejo a diferença. Essas meninas não sabem, mas me ensinaram a ser verdadeira com as pessoas, ser amiga fiel (quando surgia uma briga minhas “amigas” fugiam e fingiam nem me conhecer na primeira oportunidade elas caiam fora) então me ensinaram a ter caráter, ensinaram a não classificar as pessoas pelo o que elas têm ou pelo o que elas podem me oferecer, porque elas me odiavam simplesmente pelo fato de eu não ter uma calça legal pra usar ou um sapato da moda pra calçar, minha mãe não tinha condições pra comprar, ela fazia o que podia e por aparência elas me desprezavam. Elas me ensinaram a amar!

Eu cresci pensando: Nunca vou ser como elas! Nunca vou rejeitar ou aceitar uma pessoa na minha vida por puro interesse, eu não tenho esse direito, eu quero amar as pessoas independente de qualquer coisa!

Hoje olho pra trás e vejo o quanto elas retrocederam, elas na minha idade elas já tem filhos que estão quase que na pré-adolescência numa vida frustrada e longe de Deus; penso que Deus na sua sabedoria permitiu que eu tivesse essas experiências para que logo cedo eu pudesse ter maturidade, penso que Ele queria me ensinar algo, mostrar que é exatamente dessa forma no mundo espiritual, o diabo muitas vezes quer me dá uma surra e quase que todos os dias, só que eu não desisto e nem sinto tanto medo assim como eu sentia na infância, da mesma forma que eu não podia deixar meu medo me dominar naquela época, porque eu precisava ir para escola todos os dias, hoje encontro forças pra continuar porque preciso de Jesus todos os dias, e ainda que o inferno tente, ainda que ele coloque medo no meu coração... Entendo hoje que essas lutas e provações foram permitidas para que eu possa aprender algo sobre o reino.

E assim como minha mãe me dizia todas as manhãs: Filha, eu sei que você não quer ir, eu sei que esta assustada, mas você precisa porque se não, não vai ser ninguém na vida! Você precisa continuar... Confia em mim!

Deus também me diz: Filha, eu sei o quanto é difícil, eu sei o quanto dói, mas você precisa continuar, no lugar da vergonha te darei dupla honra, confia em mim eu quero que você aprenda mais sobre reino! Eu sou contigo.

Conheço a fidelidade de Deus. Porque no lugar da vergonha Ele me deu dupla honra!
Eu Fernanda, não tenho boas lembranças da minha infância, mas em compensação criei um caráter integro diante de Deus!

Beijos!

“ Feeeeeeeer!

4 comentários:

doce beleza disse...

Tremendo Fernanda, muito forte esta experiencia, a identificação foi imediata, e na verdade mesmo depois de adultas e com experiencas com Deus somos impelidas a classificar as pessoas segundo a sua aparência, muitas vezes o meio em que vivemos quer nos convencer que é importante estar ao lado de pessoas bonitas e bem sucedidas, e o Espirito Santo , nos lembra sempre que somos aqui luz e a luz não escolhe onde brilhar, simplesmente brilha.
Vergonha em dupla honra, é nosso Deus quem traz esta promessa e a cumpre diligentemete.

Lilian disse...

Deus sempre te honrará ,ele conhece teu ser ,ele te conhece por dentro e fora.
Deus seja louvado por sua vida.
seu texto foi muito bom para minha edificação.

"miii" disse...

parece que foi eu que fiz isso !!! simples essa é a minhas vida bjus no seu core.

Nanda disse...

Fernanda, a sua história lembra muito a minha e que por sinal, meu nome também é Fernanda rs.

Realmente, Deus permite que nós passamos por situações como essas para criar um caráter diferente em nós e nos fortalecer para as lutas futuras. Fico feliz que pessoas como você exponham seus testemunhos, pois verdadeiramente são para edificação de muitos.

Fique com Deus, grande abraço.

Fernanda.